São Paulo, 15 de junho de 2016

Sessão solene homenageia Içami Tiba

Evento proposto pelo vereador Covas contou com a presença de familiares do escritor

O psiquiatra, educador e escritor Içami Tiba foi homenageado na noite desta segunda-feira, 13, em sessão solene proposta pelo vereador Mario Covas Neto na Câmara Municipal.

No evento foi concedido a Tiba, falecido em agosto do ano passado, o Título de Cidadão Paulistano in memoriam por seus serviços prestados à sociedade.

“Içami Tiba foi uma referência na psiquiatria, e fico lisonjeado de propor isso a alguém tão admirado”, afirmou Covas. Além do vereador, compuseram a mesa da solenidade o empresário João Dória Jr., o professor Luis Marins, o presidente da Academia Nipo-Brasileira de Escritores Akira Chinen, o escritor Cesar Romão e o filho mais velho de Içami Tiba, André Luiz Tiba.

Marcia Natércia, esposa de Tiba, e Luciana Martins Tiba, uma de suas filhas, também estiveram presentes.

“Nunca fiz uma foto com Içami na qual ele não estivesse sorrindo. Tenho certeza que hoje ele está sorrindo lá em cima por estarmos aqui”, sublinhou Romão.

Referência

Em seu discurso, Covas destacou êxitos da carreira do escritor, considerado o brasileiro mais admirado e usado como referência na psicologia, segundo pesquisa do Ibope em 2004. “No cenário mundial, seu nome ficou atrás apenas de Freud e Carl Young”.

Tiba escreveu cerca de 40 livros que somados venderam quatro milhões de cópias.

“Em suas mais de quatro décadas atuando como educador, Içami Tiba acompanhou as muitas evoluções e mudanças das relações familiares sem nunca deixar de apontar os melhores recursos para auxiliar pais e filhos na formação do que chamava de ‘família de alta performance’”, disse o vereador.

Dória, idealizador da homenagem, destacou que Tiba sempre promoveu a educação feita a partir de bons ensinamentos, e não pela repressão. “Era um homem de bem, para o bem e que fez o bem”, finalizou.

Tags: , , ,

[manual_related_posts]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *